*
 

Fernando Rosamília Bello, 50 anos, morreu neste domingo (9/10) ao ser atingido com um tiro de bala de borracha no peito disparado pela polícia. O empresário usava marcapasso e não resistiu ao impacto da bala que danificou o aparelho. De acordo com o boletim de ocorrência, o policial agiu em legítima defesa ao tentar conter Fernando, que estava em um surto psicótico.

O boletim da ocorrência registra ainda que a operação da PM começou às 22h com a queixa de que o homem estaria em depressão e arremessando objetos pela janela de casa, em São Sebastião (SP). O empresário estava portando uma arma de pressão e fazia disparos contra pedestres. Um deles foi socorrido com ferimentos leves.

A polícia relatou ainda que tentou negociar a rendição do homem, mas não teve sucesso e precisou entrar na casa. Fernando resistiu à prisão e fez ameaças com a arma que portava. Neste momento, o policial atirou com balas de borracha, atingindo o peito da vítima que desmaiou e foi encaminhado ao hospital.

O caso foi registrado como homicídio decorrente de intervenção policial e será investigado na Polícia Civil. Pessoas ligadas a Fernando afirmaram que ele sofria de transtornos mentais. A família não se manifestou sobre o caso.

 

 

COMENTE

polícia militarsurtoPolicial mataEmpresário
comunicar erro à redação

Leia mais: Polícia