Nora denuncia que R$ 6 milhões sumiram da igreja de Flordelis

A parlamentar já afirmou anteriormente em entrevista que não se lembra do desaparecimento do dinheiro

Nora da deputada federal Flordelis (PSD-RJ), Luana Rangel Pimenta disse que R$ 6 milhões teriam sumido da conta da igreja da parlamentar e a provocou ao dizer que ela tem amnésia por não lembrar do suposto desaparecimento do dinheiro. As informações são do jornal Extra.

“Acho engraçado porque ela recebia todo mês um relatório detalhado de tudo. O pastor fazia questão de conferir. A Flordelis deve estar com amnésia”, disse Luana, esposa de Wagner de Andrade Pimenta, o vereador Misael.

Luana contou ter trabalhado na equipe de contabilidade do Ministério Flordelis. Ela acredita que um dos motivos para terem sumido com o dinheiro seria para pagar alguém que cometesse o assassinato do pastor Anderson do Carmo.

Ao jornalista Roberto Cabrini, do SBT, a deputada federal comentou o assunto: “Esse dinheiro não entrou na conta da igreja. E eu também quero saber onde ele está. É uma pista importante [para a solução desse crime]”.

1/14
Reprodução
A parlamentar foi acusada pelo Ministério Público como a mandante do assassinato do pastor Anderson do Carmo
Flordelis responde processo na Corregedoria
Segundo Flordelis, no dia do assassinato, ela e Anderson chegaram em casa já de madrugada, em torno das 3h
"Fomos a Copacabana, andamos no calçadão, fizemos as brincadeiras, andamos na praia. Depois fomos para o carro, ele pegou uma pista deserta. Nós paramos ali, namoramos, que era uma coisa normal nossa, na estrada", disse a deputada
Flordelis em áudio para sua igreja: "Vamos vencer esta batalha na oração", em referência ao caso do assassinato
"Me beijou bastante, eu sentei no capô do carro e tivemos relações. Falei 'Amor, amanhã a gente vai acordar cedo, né?'. Isso foi por volta de 2h e alguma coisa", completou a deputada
A parlamentar negou por várias vezes ter envolvimento na morte do marido e se disse vítima de uma injustiça. "Eu preciso saber quem matou meu marido. Eu não sei. Se eu soubesse, eu falaria aqui agora. Quem matou meu marido está desgraçando com minha vida. Eu não estou escondendo nada", afirmou.
"Estou vivendo o pior momento da minha vida. Não estou preparada para ser presa, e não vou ser. Porque eu sou inocente, e a minha inocência será provada. Eu não matei, eu não fiz isso que estão me acusando. Eu não fiz. Não é real, não é verdade. É uma injustiça", garantiu.
reprodução/ redes sociais
Flordelis em entrevista no Fantástico em 2019
Reprodução/instagram
Binho Dutra/Divulgação
Deputada Flordelis, que recentemente teve o marido assassinado, retorna à Câmara

Flordelis é acusada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro de ser a mandante do assassinato do marido. Ele foi morto a tiros em junho do ano passado, quando chegava em casa. Ao menos 10 pessoas da família estão presas suspeitas de participação no crime.