Mulher é assassinada após pedir medidas protetivas contra ex-marido

Homem invadiu a casa da ex-esposa e atirou contra a vítima, na noite desse domingo (10/10), em Tavares, na Paraíba

atualizado 12/10/2021 10:40

Luciana Pereira da Silva teria sido assassinada pelo ex-maridoReprodução

Uma jovem de 26 anos foi assassinada com um tiro no peito, na noite desse domingo (10/10), no município de Tavares, no sertão da Paraíba. A vítima morreu horas depois de receber a autorização da medida protetiva contra o ex-marido, suspeito de ser o autor crime.

De acordo com a Polícia Civil, Luciana Pereira da Silva procurou a polícia após ser agredida na noite de sábado (9/10). Na delegacia, ela solicitou a proteção, que foi autorizada durante a manhã do dia seguinte. “Quando o homem foi informado pelos oficiais de Justiça, ele se armou com um revólver e assassinou a esposa”, disse o delegado Paulo Ênio. Luciana foi assassinada na frente dos dois filhos, de 4 e 7 anos, e da mãe.

Leia a matéria completa no Portal T5, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias