*
 

A Polícia Civil obteve mandado de prisão temporária contra o frentista Manoel de Santos Silva, de 47 anos, acusado de matar duas pessoas após uma briga em um posto de combustíveis da Avenida Rebouças, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, no último fim de semana. A discussão havia começado após os rapazes urinarem no posto. Imagens de segurança mostram o frentista perseguindo e atirando nas vítimas após uma troca de socos e chutes.

Segundo o delegado Roberto Krasovic, do 14º Distrito Policial (Pinheiros), o frentista já era procurado desde o sábado (3/2), quando as mortes ocorreram. “A diferença agora é que temos o mandado”, afirmou.

A ideia da Polícia Civil é indiciar o frentista por homicídio doloso. A reportagem não conseguiu identificar nenhum defensor do acusado.

Um advogado do posto onde o crime ocorreu afirmou que o estabelecimento está colaborando com a polícia e que não tem informações sobre Silva.