*
 

Um homem de 44 anos morreu logo após tirar a vida da própria namorada, de 39, em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul. Segundo a Polícia Civil gaúcha, por não aceitar o fim do relacionamento, José Altair Barros de Oliveira assassinou Adriane Hacke a facadas e fugiu da cena do crime. Mas a debandada durou pouco tempo: horas depois de cometer o feminicídio, o homem bateu contra uma carreta e morreu na hora.

O crime ocorreu nessa terça-feira (5/8). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, José Altair trafegava pela BR-285 quando invadiu a pista contrária e bateu de frente contra o veículo de carga. Ele ficou preso às ferragens e morreu no local. O homem não tinha carteira de habilitação, ainda segundo a PRF.

A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher apura o caso. Testemunhas já foram ouvidas e outras serão interrogadas nos próximos dias. José Altair tinha passagem pela Lei Maria da Penha.

Com informações do UOL

 

 

COMENTE

feminicídioRio Grande do SulJosé Altair Barros de OliveiraAdriane HackePasso Fundo
comunicar erro à redação

Leia mais: Polícia