Fake news: PF faz buscas na casa de Allan dos Santos e gabinete de deputado

Polícia Federal cumpre 29 ordens judiciais, na manhã desta quarta-feira (27/05), no DF e em cinco estados

A Polícia Federal (PF) cumpre 29 mandados de busca e apreensão na manhã desta quarta-feira (27/05), em inquérito que investiga fake news contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Entre os alvos, estão o deputado estadual (PSL-SP) Douglas Garcia e o blogueiro Allan dos Santos, ambos aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Policiais cumprem mandados no gabinete de Douglas, na Assembleia Legislativa de São Paulo, e na casa de Allan, em Brasília.

Nas redes sociais, Douglas Garcia afirmou que o STF quer calar conservadores com o inquérito das fake news. “Estamos sendo investigados por ataques, crimes, críticas aos ministros do Supremo Tribunal Federal. Posso criticar quem eu quiser”, disse.

“Esse nível de investigação apequena, infelizmente, a Polícia Federal porque o Supremo Tribunal Federal está utilizando do seu poder para perseguir aqueles que são conservadores, que têm liberdade de expressão”, completou.

Além de Rio e Brasília, as ordens judiciais são cumpridas em São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina.

O relator do caso no STF é o ministro Alexandre de Moraes. O inquérito foi aberto no próprio STF, no dia 14 de março de 2019, em portaria assinada pelo presidente da Corte, ministro Dias Toffoli.