Empresário desaparecido é achado morto em banheira de motel

Em Cascavel, no Paraná, polícia encontrou o corpo de Eduardo Sato, 23 anos. Ele estava desaparecido há dois dias

O Grupo de Diligências Especiais (GDE) da Polícia Civil em Cascavel, no oeste do Paraná, encontrou morto o empresário Eduardo Sato, de 23 anos, na noite de sábado (27). O corpo, conforme a polícia, estava na banheira de um motel e não tinha sinais de agressão. A causa da morte ainda será investigada.

Familiares de Eduardo Sato estiveram no Instituto Médico Legal (IML)  de Cascavel neste domingo (29/10) para fazer a liberação do corpo.

Ele estava desaparecido desde a manhã da sexta-feira (27/10), quando saiu de casa para trabalhar, de acordo com a família. O empresário se mudou para Cascavel havia cerca de dois meses.

Segundo a polícia, o último contato familiar foi com a mulher, por meio de uma mensagem enviada pelo celular, pouco depois das 14h30 da sexta (27/10). A ela, ele havia afirmado que estava visitando um cliente e estava tudo bem.

Eduardo entrou no motel por volta das 17h de sexta-feira (27). O homem estava sozinho quando realizou o check-in. O carro de Eduardo, que estava no motel, foi encaminhado para a 15ª SDP (Subdivisão Policial) e deve passar por perícia.

O velório e o sepultamento serão realizados em Ponta Grossa, onde maior parte da família de Eduardo reside. O homem era representante comercial.