Facções rivais de presidiários se envolveram numa briga, na manhã deste domingo (12/05/2019), no Centro de Recuperação de Redenção, sudeste do Pará, e o saldo foi trágico: três mortos e três feridos. As informações são da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe) e foram divulgadas pelo G1.

De acordo com a Susipe, o alvo era um detento conhecido como Baiano. Ele foi transferido da Bahia para Redenção, onde teria cometido um homicídio, e tinha suposto vínculo com a facção Primeiro Comando da Capital (PCC).

Baiano estava custodiado em uma cela isolada devido às ameaças de morte. O preso iria ao Tribunal do Júri nesta terça-feira (14/05/2019).

Ainda segundo informações preliminares, além do Baiano dois internos foram mortos. Um deles acusado da morte de um irmão de uma liderança de outra facção.

Reféns
Na ação, cinco pessoas foram feitas reféns, mas liberadas após negociações com representantes da OAB, Promotoria de Justiça, juiz da comarca de Redenção e a direção da unidade prisional.

Agentes prisionais, com apoio da Polícia Militar, realizam revista e recontagem dos presos.