Bêbado, militar não ficava em pé, diz tio de bebê morta em carro

O suspeito foi preso, mas liberado em seguida após pagar fiança de R$ 4 mil

atualizado 03/01/2020 12:30

Foto; Arquivo pessoal

O tio da recém-nascida Viviane Sodré da Silva, morta após o carro em que estava ser atingido por outro veículo, disse que o motorista estava bastante bêbado e mal conseguia ficar em pé. O episódio ocorreu na última quarta-feira (01/01/2020), em Itatiba (SP).

O soldado da Polícia Militar Robson Fabiano Gabriel, 47 anos, estava preso, mas foi liberado após pagar fiança de R$ 4 mil.

“Ele estava muito bêbado, não conseguia ficar em pé. Todo mundo queria tirar ele do carro, eu falei para não tirar. Quando o policial chegou ele falou que tinha dinheiro e pagava tudo”, relatou Leandro da Silva, ao portal G1.

Viviane tinha apenas 9 dias de vida. Ela chegou a ser levada ao hospital para ser submetida a cirurgia, mas não resistiu.

O tio da criança contou que o carro em que a garota estava “voou na casa de cima” com o impacto da batida.

Leandro da Silva relembrou ainda que o pai de Viviane tinha acabado de chegar no automóvel. “A hora que ele estava chegando lá, o carro atingiu”, explicou.

Juliano Chavier da Silva, pai de Viviane, contou que estava dentro do carro para não se assustar com o barulho dos fogos do Ano-Novo.

Últimas notícias