Pessoas com menos de 60 anos se tornam maioria entre mortos pela Covid

Inversão na idade das vítimas se explica pelo avanço da vacinação entre os idosos e pelo menor respeito a medidas de proteção pelos jovens

atualizado 19/06/2021 20:54

ONG Rio de Paz fixa 100 cruzes na praia de Copacabana em memória aos 100 mil mortos pela Covid-19 no BrasilFacebook/Reprodução

Pela primeira vez, desde o início da pandemia, a maioria dos casos de mortos por Covid-19 no Brasil está no grupo de pessoas com menos de 60 anos. Dados de junho do Ministério da Saúde mostram que 54,4% das vítimas mortas este mês estavam abaixo dessa idade. O número de mortos mais jovens vinha subindo nos últimos meses e em maio eram 44,6% os óbitos com menos de 60. No ano passado, esse índice ficava abaixo dos 30%.

Os dados foram extraídos do Sivep-Gripe, sistema do Ministério da Saúde que registra internações e óbitos pela doença, e noticiados pelo jornal O Estado de S. Paulo neste sábado (19/6).

A inversão na idade das vítimas, segundo especialistas ouvidos pelo jornal, se explica pelo avanço da vacinação entre os idosos, mas também pelo maior descuido entre os mais jovens de medidas como distanciamento social e uso de máscaras, que são maneiras eficazes de se evitar o contágio.

Somados todos os 500 mil brasileiros vítimas da Covid-19, os idosos seguem maioria e correspondem a 70,1% dos óbitos.

0

Mais lidas
Últimas notícias