Pai de santo denunciado por abuso diz que era “amante” das mulheres

Segundo a polícia, 14 vítimas já buscaram a delegacia. Oli Santos prestou depoimento em Goiânia e negou os abusos

Reprodução/TV AnhangueraReprodução/TV Anhanguera

atualizado 02/07/2019 8:53

Acusado de abusar sexualmente de ao menos 14 mulheres, o pai de santo Oli Santos, de 61 anos, alegou que era “amante” de algumas dessas mulheres. Duas delas eram menores de idade.

Reportagem do site G1 mostra que, durante o depoimento que ele prestou na última segunda-feira (01/07/2019) na delegacia em Goiás, ele disse à delegada responsável pelo caso, Cassia Sertão, que teria um relacionamento afetivo com essas mulheres. O depoimento durou mais de 20 horas. Os casos teriam ocorrido em Goiânia.

A advogada do pai de santo, Naraiana Mendonça, disse que Oli foi ouvido sobre a metade dos casos denunciados e que voltará a prestar depoimento. No entanto, não especificou quando. Ela disse que ele nega a maior parte das denúncias e que se apresentou espontaneamente na delegacia.

“Primeiramente ele nega maior parte dessas denúncias. As outras ele manteve relacionamento afetivo como qualquer outro relacionamento. Tem uma das vítimas que teve quatro anos de namoro com ele. Namoro mesmo, como qualquer outro”, disse a advogada.

Últimas notícias