OEI lança plataforma que disponibiliza recursos digitais gratuitos

São cerca de 500 recursos que reforçam o conhecimento em língua, literatura, ciência, matemática, tecnologia, arte e cultura

atualizado 13/05/2021 21:58

computadorGetty Images

Em um momento em que há todo um debate sobre aulas on-lines, a Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) lançou a Ibero-América aprende, uma plataforma disponível em seu site que oferece recursos educacionais e culturais, destinados a estudantes, professores e pais.

A OEI ainda afirma que 0 objetivo é apoiar os sistemas educacionais pelo Brasil. São cerca de 500 recursos que reforçam o conhecimento em língua, literatura, ciência, matemática, tecnologia, arte e cultura.

Os recursos educacionais são criados por especialistas em educação da OEI – algumas vezes em colaboração com a Unesco e o Unicef.

Entre eles estão um guia completo para trabalhar com a ferramenta GeoGebra, que aborda a álgebra de forma fácil e interativa, assim como portais para elaborar conteúdos didáticos e inúmeras atividades para reforçar o conhecimento em língua, literatura, ciência, matemática, tecnologia, arte e cultura.

“A plataforma nasce como um compromisso da organização para fortalecer regionalmente o desenvolvimento de um modelo educacional transformador, bem como um impulso para a consolidação das competências e habilidades exigidas pela era digital, ainda mais necessárias com o impacto da Covid-19 a nível global”, diz a OEI, em nota.

A OEI ressalta ainda que estão disponíveis guias para professores ibero-americanos para a criação e implementação de cursos virtuais, materiais orientados à educação inclusiva ou propostas de trabalho em expressão musical ou artes plásticas.

Estudos superiores

Outra novidade é que a plataforma também inclui um espaço onde os interessados podem encontrar informações sobre bolsas e ajudas de estudo administradas pela OEI, “em parceria com instituições universitárias de alto nível, para a realização de estudos superiores destinados a estudantes de toda a região, em modo virtual”.

O secretário-geral da OEI, Mariano Jabonero, afirma que a plataforma será uma ferramenta importante para apoiar a formação educacional na região na volta às aulas, “em um modelo que deve apontar mais para o digital”, e que “não deve retornar à inércia do passado”.

Já Raphael Callou, diretor e chefe da OEI no Brasil, ressalta que “compartilhar ferramentas educativas em uma situação como a que vivemos, de aulas remotas ou paralisação das redes de ensino, oferece insumos para que os impactos na educação sejam minimizados”.

0

Últimas notícias