“Não tem por que pedir desculpa”, diz engenheiro que humilhou fiscal

Casal humilhou superintendente da Vigilância Sanitária Flávio Graça em um bar no Rio de Janeiro

atualizado 10/07/2020 12:26

Mulher agride verbalmente fiscal da Vigilância SanitáriaReprodução

O casal Leonardo Santos Neves de Barros, de 43 anos, e Nivea Valle Del Maestro, de 39, não se diz arrependido pela forma como tratou o superintendente da Vigilância Sanitária Flávio Graça, no último sábado (4/7), durante fiscalização em bares e restaurantes na Barra, no Rio de Janeiro.

Leonardo disse que “em momento algum quis intimidar o fiscal” e que contestaria qualquer servidor público caso, em sua opinião, ele estivesse errado.

O engenheiro não vê motivo para um pedido de desculpas: “Como pagador dos meus impostos, tenho o direito de questionar. Não tem por que pedir desculpa. Só fui questionar algo de que entendo. Não desacatei e não ofendi ninguém.”

A engenheira diz que o vídeo viralizado mostra apenas uma parte do que realmente ocorreu. “Aquela situação teve um contexto. Quando vejo aquela cena, fico com raiva daquela mulher. Não é possível que ser humano aja, do nada, daquela maneira. Mas não foi do nada. Em momento algum eu quis menosprezar aquele fiscal. Só quis mostrar que ele não estava falando com qualquer um.”

O fiscal em questão, Flávio Graça, tem mestrado e doutorado pela Universidade Federal Rural do Rio (UFFRJ), é veterinário e pesquisador na área de sanidade animal.

Últimas notícias