Mulher é presa por suspeita de comer parte do dedo de amante em briga

Mulher admite ter praticado lesão corporal após marido receber fotos nuas da vítima, ser chamada de “chifruda” e “corna”, no Entorno do DF

Goiânia – Uma mulher de 40 anos foi presa, em flagrante, na quarta-feira (11/8), depois de admitir que foi à casa da suposta amante de seu marido, agredi-la e arrancar com os dentes a ponta de um dos dedos dela, em Novo Gama, no Entorno do Distrito Federal.

Segundo relato da vítima à polícia, a falange teria sido engolida pela suspeita, que nega essa informação.

A dona de casa Márcia de Jesus Reis Santos foi presa por lesão corporal contra Lidean Menezes Quidiquimo. A mulher presa em flagrante admitiu ter praticado o crime após invadir a casa da vítima, que “estava mandado mensagens e foto pelada para seu marido”, como registra o boletim de ocorrência.

Márcia diz ter relacionamento estável com Emerson Barbosa Rodrigues, com o qual tem um filho de 16 anos. No entanto, segundo relato da dona de casa na delegacia, Lidean tem relação extraconjugal com seu esposo e fica lhe provocando nas redes sociais e lhe chamando de “chifruda” e “corna” na rua.

A mulher suspeita disse que foi à residência da suposta amante para tirar satisfação, e as duas começaram a ter luta corporal. Segundo o boletim de ocorrência, Márcia puxou o cabelo de Lidean, que, por sua vez, a agrediu com unhadas e colocou o dedo na boca da dona de casa.

De acordo com a Polícia Militar, Lidean disse que Márcia comeu parte do dedo arrancada com uma mordida e, em seguida, fugiu. A irmã da vítima teria presenciado a briga. A dona de casa, porém, à polícia, negou ter comido a parte do dedo.

O Metrópoles não obteve retorno das pessoas citadas até o fechamento desta reportagem.