Mulher é presa por furtar dízimo em igrejas de Juiz de Fora (MG)

Segundo a polícia, a suspeita se aproveitava da distração dos religiosos no momento de oração para cometer os furtos

atualizado 05/10/2021 17:21

Mulher roubada dinheiro do dízimoHugo Barreto/Especial para o Metrópoles

Nessa segunda-feira (4), a Polícia Civil prendeu uma mulher suspeita de furtos de dízimos e de pertences de fiéis em igrejas de Juiz de Fora (MG). A prisão foi feita durante a operação “Não Furtarás”.

De acordo com a delegada Ione Barbosa, a suspeita se aproveitava da distração dos religiosos no momento de oração para cometer os furtos.

“Essa mulher estaria adentrando igrejas e, no momento em que as pessoas não estão atentas, estão orando, ela aproveita da situação para furtar bens pessoais, valores, inclusive valores referentes a dízimos e ofertas”, declarou.

A suspeita já havia sido identificada e convocada à delegacia duas vezes. Porém, não compareceu ao local. A prisão preventiva foi decretada e cumprida e a mulher será indiciada por crime de furto qualificado.

Sendo condenada, a pena é de 2 a 8 anos de prisão.

Mais lidas
Últimas notícias