Morte de professora após plástica é investigada como homicídio culposo

Roberta Lopes dos Passos; 35 anos, ficou nove dias internada após os procedimentos; ela morreu na sexta-feira (24/12)

atualizado 26/12/2021 14:25

Professora fica em estado grave após cirurgia plástica em TijucasLeandro Akajhdfud/Arquivo Pessoal

A morte da professora Roberta Lopes dos Passos, 35 anos, será investigada como homicídio culposo pela Polícia Civil de Tijucas. A mulher ficou nove dias internada após ser submetida a cirurgia plástica em um hospital do município da Grande Florianópolis. Ela morreu na sexta-feira (24/12). As informações são do g1 SC.

A família registrou boletim de ocorrência na quinta-feira (22/12), um dia antes da morte da professora, por lesão corporal culposa. Um inquérito foi instaurado na mesma data. Ao g1, o delegado Aderlan Camargo, responsável pelas investigações, disse que o caso agora é apurado como homicídio.

Saiba mais no NSC Total, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias