Morre ex-deputado e ex-capitão cassado na ditadura Eduardo Chuahy

Ele tinha 87 anos e foi três vezes deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro

atualizado 24/01/2021 20:24

Banco de Imagens da Alerj/Reprodução

Morreu de infarto neste domingo (24/1) o ex-deputado estadual e ex-presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) Eduardo Chuahy, aos 87 anos. Em nota, a Alerj lamentou o falecimento do político, que presidiu a casa em 1986 e foi cassado em 1964, quando era capitão do Exército.

Apoiador do ex-governador do Rio de Janeiro Leonel Brizola, Chuahy foi secretário de Fazenda na Prefeitura do Rio, no mandato de Marcello Alencar, e presidente do Departamento de Trânsito local (Detran-RJ).

Escreveu também, em parceria com o ex-diretor-geral da Alerj Wagner Victer, o livro Construção e a Destruição do Setor Elétrico Brasileiro.

“Fica para nós a memória de um homem público aguerrido e fiel aos seus princípios, de democracia e respeito ao ser humano. Lamentamos sua morte e ofertamos nossas condolências à família”, afirmou em nota o presidente da Casa, deputado André Ceciliano (PT).

Últimas notícias