Morador de Ceilândia é detido com 1,5 mil pássaros silvestres no Ceará

O homem e um comparsa pararam em uma blitz na BR-116 e disseram à polícia que traziam os animais de Brasília para vender em Fortaleza

Um homem de 53 anos, morador de Ceilândia, foi preso junto com um comparsa em Jati, no Ceará, transportando cerca de 1,5 mil aves dentro de um automóvel na BR-116.

Os animais, da espécie canário-da-terra e pintassilgo, estavam em gaiolas carregadeiras. A dupla foi parada em uma blitz na estrada e disse à Polícia Militar que vinha de Brasília, de onde traziam os animais para serem comercializados em Fortaleza.

A polícia investiga a participação dos homens no tráfico interestadual de animais silvestres. Eles foram conduzidos para a Delegacia Regional de Brejo Santo e autuados por crime ambiental.

As aves foram levadas para o escritório do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), de Iguatu (CE), para serem devolvidas à natureza.