Mendel Bydlowski desabafa após morte do filho: “Seguir em frente”

Jornalista publicou texto comovente em suas redes sociais. Artur, de 5 anos, morreu após cair da janela de um prédio no Rio de Janeiro

Reprodução/TwitterReprodução/Twitter

atualizado 20/01/2020 8:58

Pelas redes sociais, o jornalista esportivo da ESPN Mendel Bydlowski fez um desabafo comovente sobre a morte do filho. Artur, de 5 anos, não resistiu após cair de um prédio localizado na Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, em frente à praia de Pitangueiras, esquina com a Rua Rio de Janeiro.  No texto, Bydlowski falou sobre a falta que sente do filho e “seguir em frente”.

“Estamos de pé e seguindo em frente. Eu, Tomaz e Juliana. Cada passo é dado devagar e com muito aprendizado. Estamos aprendendo a lidar com a ausência física do Arthur. Aprendendo a conviver com essa tristeza”, começou ele.

O profissional também destacou a importância de familiares, amigos, psicanalistas e até mesmo das redes sociais, onde recebeu muito apoio.

“Aprendi também sobre esse negócio aqui – redes sociais. Sempre tive resistência, medo. Trabalho com esportes, algo que desperta tantos sentimentos. Nunca quis envolver minha família. Mas, de repente, as redes sociais se tornaram para nós uma fonte quase inesgotável de carinho, amor, companheirismo e explicações para o por quê dessa ruptura.”

Para a morte do filho, segundo ele, não há explicações e toda a família agora está aprendendo a seguir em frente. “Se eu escolhi alguma dessas explicações como a certa? Não. Mas que bom que existem tantas boas possibilidades. A certeza é que o Arthur está aqui com a gente, o irmão dele também. Assim somos erguidos para ficar de pé e seguir em frente”, finalizou o jornalista, recebendo muitos comentários com mensagens de apoio dos seguidores.

Queda de janela

O filho de Mendel Bydlowski caiu de uma janela do 5º andar de um prédio em 10 de janeiro deste ano. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado para o local, mas, segundo informações da Secretaria de Saúde (Sesau), a criança teve uma parada cardiorrespiratória e morreu no Hospital Santo Amaro (HSA).

No momento do incidente, o jornalista estava com a mulher e os dois filhos a passeio na cidade. Fotos divulgadas no dia seguinte mostram a janela por onde caiu a criança. Foram solicitados perícia ao Instituto de Criminalística (IC) e exames ao Instituto Médico Legal (IML). O caso foi registrado como morte suspeita pela Delegacia do Guarujá, que instaurou inquérito policial para apurar os fatos.

De acordo com a polícia, a criança estava brincando com o irmão mais novo, próxima a um vidro do apartamento, que já estava um pouco quebrado. Na brincadeira, o menino acabou forçando o vidro, que cedeu e ocasionou a queda.

View this post on Instagram

Estamos de pé e seguindo em frente. Eu, Tomaz e Juliana. Cada passo é dado devagar e com muito aprendizado. Estamos aprendendo a lidar com a ausência física do Arthur. Aprendendo a conviver com essa tristeza. Aprendendo com familiares, amigos antigos e novos, religiosos, psicanalistas, com nós mesmos. Aprendi também sobre esse negócio aqui – redes sociais. Sempre tive resistência, medo. Trabalho com esportes, algo que desperta tantos sentimentos. Nunca quis envolver minha família. Mas, de repente, as redes sociais se tornaram para nós uma fonte quase inesgotável de carinho, amor, companheirismo e explicações para o por quê dessa ruptura. Se eu escolhi alguma dessas explicações como a certa? Não. Mas que bom que existem tantas boas possibilidades. A certeza é que o Arthur está aqui com a gente, o irmão dele também. No meio disso tudo, vendo tanto sofrimento, Tomaz segue falando a sua expressão favorita: um gostoso e sonoro “uau!” E nós só aprendemos. Assim somos erguidos para ficar de pé e seguir em frente.

A post shared by Mendel Bydlowski (@mendelbyd) on