Mãe de adolescente morta com 35 facadas já perdeu outro filho

Emanuelle Souza Batista, de 14 anos, foi morta por uma amiga. À polícia, a autora confessou o crime e disse que a vítima falava mal dela

atualizado 13/03/2020 15:13

A menina aparece em uma selfie com blusa pretaFoto; Polícia Civil de Goiás/Divulgação

A chocante morte da adolescente Emanuelle Souza Batista, de 14 anos, que foi assassinada por uma amiga com 35 facadas, não foi a primeira tragédia da família. A mãe dela, Rênia de Souza, de 38 anos, passou por outro pesadelo anos antes. A informação é do portal G1.

Há menos de três anos, a recepcionista perdeu outro filho, Bruno Souza Gomes, na época com 16 anos, também assassinado, mas a tiros.

A suspeita de ter assassinado Emanuelle, uma estudante de 15 anos, foi apreendida e confessou o crime. Ela alegou que cometeu o ato infracional porque a vítima estaria falando mal dela nas redes sociais.

Em relação ao irmão da adolescente, dois suspeitos de matar Bruno também foram detidos, no fim do ano passado.

Segundo a investigação, a vítima teria se envolvido com a ex-namorada de um dos suspeitos e foi executada após uma emboscada. Agora, a recepcionista tem apenas um filho, de 21 anos, que mora na Bélgica.

Últimas notícias