Lula e Barroso se encontram de forma reservada em SP

Ministro Luís Roberto Barroso vai presidir o Supremo Tribunal Federal (STF) a partir de outubro de 2023

atualizado 24/11/2022 0:19

Luís Roberto Barroso com a mão no rosto Igo Estrela/Metrópoles

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria se encontrado de forma reservada esta semana com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, em São Paulo. O ministro assume, em outubro de 2023, a presidência da Corte.

A informação é da coluna Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo. O encontro teria tido, como tema, assuntos institucionais. Nenhum dos lados se manifestou, até o momento, sobre a reunião.

No início do mês, Lula foi ao STF durante a breve visita que fez à Brasília antes de embarcar para o Egito, onde participou da COP27. O petista foi recebido por dez dos onze ministros da corte (Barroso não estava presente pois estava viajando).

O presidente eleito visitaria novamente a capital nesta semana, mas cancelou a viagem. Ele se recupera de cirurgia que fez para retirar ferida na garganta, no último fim de semana. “Nossa avaliação é que, ficando em São Paulo, ele poupará mais a voz. Ficará lá, acompanhando as atividades e reuniões de lá” afirmou à coluna Igor Gadelha nesta quarta-feira (23/11) o deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP), que é médico e aliado de Lula.

“Perdeu, Mané”

Durante viagem a Nova York, Barroso e outros ministros do Supremo foram hostilizados diversas vezes por bolsonaristas. Eles estavam na cidade para participar do evento Lide Brazil Conference. Um dos episódios ficou marcado e viralizou nas redes sociais depois que Barroso respondeu um homem que o provocou.

“O senhor vai responder às Forças Armadas? O senhor vai deixar o código-fonte ser exposto?”, questiona o brasileiro, que anda atrás dos ministros.

“Perdeu, mané, não amola!”, responde Barroso, antes de entrar em um prédio.

Mais lidas
Últimas notícias