Luis Miranda dá contragolpe em invasores do celular de Rodrigo Maia

Deputado recebeu R$ 50 após dizer que valor solicitado pelos hackers só poderia ser transferido na segunda-feira, dois dias após o contato

atualizado 05/08/2021 10:08

Deputado federal Luis MirandaJacqueline Lisboa/Metrópoles

O deputado Luis Miranda (DEM-DF) aplicou um contragolpe em um grupo de criminosos que invadiu o celular do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Os hackers tentaram tomar R$ 20 mil do deputado no golpe, mas acabaram saindo no prejuízo.

Na última sexta-feira (30/7), por volta das 20h, os criminosos entraram em contato por mensagem com Miranda e pediram que o parlamentar depositasse o valor de R$ 20 mil na conta de Maia. O deputado contou ao Metrópoles que soube que era um golpe logo na primeira mensagem, em que os hackers escreveram “Boa noite, deputado”. “Eu conheço como Rodrigo Maia escreve. Ele é muito direto, não gosta de usar marca temporal, como bom dia, boa tarde, boa noite”, disse Miranda.

Ele logo entrou nas redes sociais de Maia, onde viu a postagem em que o deputado afirma que havia tido o celular hackeado.

0

Percebendo tratar-se de um golpe, Miranda decidiu prolongar a conversa para tentar extrair outras informações dos bandidos.

Assim, afirmou que só poderia fazer a transferência na segunda-feira (2/8) por já ter extrapolado o limite diário. Os hackers então insistiram para que a transação fosse feita ainda na sexta-feira à noite. “Para de show. Quer o dinheiro emprestado, pede para a Patrícia (esposa de Maia)”, escreveu Miranda em resposta.

Os bandidos, logo depois, fizeram uma transferência de R$ 50 para que a operação pudesse ser feita ainda naquela noite. Após receber o comprovante do depósito, Miranda enviou as informações para que Rodrigo Maia pudesse usar nas investigações.

Maia conseguiu recuperar a conta. “Não deu nem tempo de rir da cara desse bando de safado”, conta Miranda, em tom de brincadeira.

Mais lidas
Últimas notícias