*
 

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin e Marco Aurélio Mello foram eleitos, em sessão nesta quarta-feira (6/6), para assumirem novos mandatos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O primeiro já atua como ministro substituto na Corte Eleitoral há dois anos e foi reconduzido para mais um biênio. Marco Aurélio Mello assumirá uma vaga como magistrado substituto na Corte.

O TSE é composto por 14 ministros, sendo sete efetivos e sete substitutos. Do total, seis cadeiras são destinadas a membros do STF, sendo que outras quatro são destinadas a magistrados do STJ, e as quatro restantes ficam com advogados.

Cada um dos ministros pode ocupar mandato no TSE por, no máximo, dois biênios. Atualmente, o Tribunal Superior Eleitoral é presidido pelo ministro Luiz Fux, que permanece na Corte até o mês de setembro. Depois disso, o TSE será comandado pela vice-presidente, ministra Rosa Weber.

 

 

COMENTE

TSEEdson Fachinmarco Aurélio melloministro substituto
comunicar erro à redação

Leia mais: Justiça