Justiça determina prisão domiciliar para acusado por morte de Youtuber

Isabelly Cristine, 14 anos, morreu após ser atingida na cabeça por um disparo de arma de fogo durante uma suposta briga de trânsito

atualizado 27/01/2021 10:31

Reprodução

A Justiça de Pontal do Paraná decidiu que não vai marcar a data do julgamento de Everton Vargas, acusado pela morte da youtuber Isabelly Cristine Domingos dos Santos, de 14 anos. O réu teve ainda a prisão preventiva convertida em prisão domiciliar.

Na decisão, o juiz explica que a sala do Fórum de Pontal do Paraná, onde acontecem os julgamentos do Tribunal do Júri, não está preparada de acordo com os protocolos sanitários definidos pelo Tribunal de Justiça para este período de pandemia. Portanto, podendo colocar em risco de contágio pelo coronavírus os envolvidos no julgamento.

Leia mais em Banda B, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias