*
 

O juiz federal Marcelo Bretas, responsável pelo julgamento da Lava Jato no Rio de Janeiro, foi uma das autoridades públicas a declarar apoio ao comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, que manifestou “repúdio à impunidade” em tuíte na noite dessa terça-feira (3/4).

Após compartilhar a publicação do general com um ícone de “aplauso”, Bretas voltou a se manifestar na madrugada desta quarta-feira (4). Ele disse ser favorável às declarações de Villas Bôas, quando respondeu a um internauta que o questionou por “bater palmas para uma sutil ameaça ao STF”.

Bretas respondeu não ver nenhuma ameaça na fala do comandante militar. “Eu respeito profundamente o Exército Brasileiro e compartilho dos valores ali enunciados (repúdio à impunidade e respeito à Constituição, à paz social e à Democracia). Não sei de que ameaça você fala”, escreveu o juiz. “Contudo, não me pronuncio sobre as insinuações”, disse o magistrado, em outra publicação.