*
 

A família de um jovem de 18 anos que foi roubado, agredido e atropelado por assaltantes no Rio de Janeiro clama por justiça. David Weber Rodrigues morreu nesse sábado (10/2) por não resistir aos ferimentos causados pelo crime, cometido no dia 31 de janeiro.

Ele voltava da casa da namorada, por volta das 23h, quando foi abordado por bandidos em uma moto – a distância era pequena e feita comumente pelo adolescente. David se assustou e correu para se proteger, mas foi alcançado pelos criminosos. Segundo relatos de parentes, eles agrediram o rapaz até que ele ficasse desacordado e ainda passaram com a motocicleta por cima do rapaz.

“Meu irmão sofreu um traumatismo craniano. Ele estava se recuperando, a cirurgia dele foi um sucesso. Mas o David teve uma parada cardio-respiratória e não resistiu”, disse Joice Weber, 29 anos, irmã do jovem. Os criminosos roubaram o celular de Davi – ele havia ganhado o aparelho por ter passado de ano na escola – e ainda levaram um pedaço de bolo que o rapaz entregaria à mãe.

“O sangue do meu irmão clama por justiça. Era um menino muito bom, um anjo que passou pela Terra. Tinha 18 anos, não viveu a vida. Estava saindo agora do casulo para viver e para voar. Como isso pode ser roubado por pessoas tão cruéis? Já não basta roubar, eles precisam matar também?” lamentou Joice. Os suspeitos ainda não foram identificados. As informações são do jornal O Globo.

 

 

 

COMENTE

Rio de Janeiroatropelamentoslatrocínio
comunicar erro à redação

Leia mais: Brasil