*
 

A J&F, holding que controla o grupo JBS, afirmou em nota neste sábado (9/9) desconhecer qualquer informação sobre o pedido de prisão do empresário Joesley Batista.

Na noite de sexta-feira (8/9), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão de Joesley, de Ricardo Saud, também delator e executivo da JBS, e do ex-procurador, Marcelo Miller.

Na madrugada deste sábado, a defesa de Batista e Saud pediu para ser ouvida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator da Operação Lava Jato, Edson Fachin, antes que ele decida sobre a prisão.

 

 

COMENTE

Joesley BatistaRicardo Saud
comunicar erro à redação

Leia mais: Brasil