Bicampeão: Metrópoles vence o 6° Prêmio Synapsis FBH de Jornalismo

A matéria As Mães da Zika Abandonadas no Coração do Brasil levou a categoria Internet

atualizado 26/11/2020 7:50

Pelo segundo ano seguido, o Metrópoles venceu o Prêmio Synapsis FBH de Jornalismo, organizado pela Federação Brasileira de Hospitais. A matéria As Mães da Zika Abandonadas no Coração do Brasil levou a categoria Internet. Nesta sexta edição, também receberam troféus os trabalhos da revista Época, rádio Band News e TV Globo.

Pela primeira vez, a cerimônia de premiação foi realizada em ambiente virtual, com transmissão ao vivo pelas redes sociais. Na edição deste ano, 233 reportagens concorreram nas áreas de TV, Impresso, Internet e Rádio.

A reportagem escrita por Juliana Contaifer conta a história das famílias goianas que cuidam de crianças com microcefalia causada pela Zika. Só no estado de Goiás, são 68 casos confirmados, mas a quantidade pode ser maior.

Muitas famílias tentam, até hoje, comprovar o diagnóstico dos filhos com a Síndrome Congênita do Zika, como é chamado o conjunto de doenças (incluindo a microcefalia) que acomete essa geração de bebês nascida durante a epidemia da doença, que começou em 2015. Se as mães do Nordeste, que são muitas, já são historicamente invisíveis e enfrentam um sem-fim de problemas, as goianas não possuem nem os números para pressionar o governo e garantir seus direitos.

0

Abandonadas pelo Estado, elas buscam, em um cenário cada vez mais complicado, ajuda para custear a vida de uma criança com deficiência. Até 2019, a única opção era o Benefício de Prestação Continuada (BPC), um amparo mensal de R$ 998 por três anos para famílias com renda doméstica de até um quarto do salário mínimo. A reportagem do Metrópoles esteve duas vezes com as mães de Goiânia, em maio e novembro de 2019. 

A matéria multimídia contou com fotografias e vídeos capturados por Igo Estrela, Gabriel Foster e Rafaela Felicciano, Vinícius Santa Rosa e Michael Melo. Moisés Dias e Gui Prímola criaram um design interativo com infografias impactantes. O material ganhou vida a partir da programação de Allan Rabelo, Saulo Marques e André Marques. O trabalho recebeu a edição de Lilian Tahan, Priscilla Borges, Maria Eugênia, Olívia Meireles, Gabriel Pereira e Daniel Ferreira. E, por fim, o texto foi revisado por Viviane Novais.

A reportagem também foi finalista na categoria Jornalismo Digital do Premio Roche de Periodismo en Salud 2020, concedido pela Fundação Gabo, que tem como objetivo promover o melhor da cobertura jornalística em saúde na América Latina, inspirado nos ideais e na obra do escritor e jornalista Gabriel García Márquez.

Sobre o prêmio

O objetivo do Prêmio Synapsis é enaltecer trabalhos jornalísticos que auxiliam na compreensão dos problemas enfrentados pelo setor de saúde, bem como evidenciam experiências exitosas e cobram soluções para as necessidades da população.

Esta sexta edição tem um significado especial, pois a pandemia da Covid-19 revelou as deficiências e os pontos fortes dos sistemas público e privado do setor, captados pela sensibilidade de profissionais comprometidos com a apuração e a divulgação de informações mais precisas para a população.

O Metrópoles também venceu o Prêmio Synapsis FBH de Jornalismo em 2019. A reportagem Envelhecendo Juntos levou a categoria Internet. Também receberam troféus, os trabalhos da TV Globo, CBN e Revista Forbes Brasil.

Últimas notícias