Idoso que matou esposa e filho a tiros morre no hospital

Ele estava internado desde o último domingo, depois de atirar contra a própria cabeça. Após matar os dois, Maurílio gravou um áudio

atualizado 07/12/2021 12:36

Reprodução

Maurílio Arcanjo, 62 anos, morreu na noite dessa segunda-feira (6/12), no Hospital Regional de Ponta Porã. Ele atirou contra a própria cabeça após matar a esposa, Aparecida Perez Gomes, 37 anos, e o filho Davi Luiz Perez Arcanjo, de 7 anos, no último domingo (5/12).

O idoso teria se desentendido com a esposa. Ele atirou cinco vezes contra a mulher e, em seguida, deu dois tiros na barriga do filho. Após matar os dois, Maurílio gravou um áudio para um amigo.

“O Tião, é o seguinte, eu acabei de matar a Aline e matei o Davi e daí eu vou me matar. Eu vou deixar o portão aberto e você vem aqui tomar as providências cabíveis que tem que tomar e chama a polícia, tá bom. É só isso que tenho para te avisar, beleza”, disse Maurilio.

Leia mais no Topmídianews, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias