*
 

O técnico em informática David da Silva Medrado, de 35 anos, matou a filha, Beatriz Reis Medrado, de 7 anos, e cometeu suicídio, na manhã desta quinta-feira (5/9), em Goiânia. As informações são do G1.

O homem, de acordo com a publicação, não aceitou o fim do relacionamento com Lidiane Gomes Reis Medrado e invadiu a casa da família atirando. Os tiros acertaram a ex-mulher, a ex-cunhada e a ex-sogra, que foram encaminhadas pra o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). Segundo o hospital, a ex-sogra é a unica que está em estado grave.

Reprodução/TV AnhangueraO crime aconteceu no Setor Crimeia Leste, na região norte da capital. De acordo com a Polícia Militar, o homem estava com duas armas em punho. Ele aguardou o ex-sogro sair da residência e entrou na casa. “Ele pulou o muro, entrou na cozinha com as duas armas em punho e utilizou as duas, atirou na ex-cunhada, foi até o quarto onde estava a ex-mulher, a ex-sogra e a criança e atirou contra elas. Depois se matou. Não houve discussão”, revelou o delegado Francisco Costa, da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), ao G1.

Costa contou também que, além das pessoas que foram baleadas, ainda tinha duas crianças na casa, que não foram atingidas pelos tiros. Peritos e investigadores da Polícia Civil estão na residência para a realização da perícia e colher depoimentos de testemunhas.

 

 

COMENTE

Goiásassassinato
comunicar erro à redação

Leia mais: Brasil