Homem é preso por extorquir vítimas enviando fotos de cadáveres e parentes no celular

Ele portava uma arma de fogo enquanto recolhia dinheiro com as vítimas e ameaçava dizendo saber o endereço dos familiares

atualizado 10/07/2020 9:23

PF/Reprodução

Um homem acusado de extorsão foi preso nessa terça-feira (07/07) em Rio das Ostras (RJ). De acordo com a Polícia Civil do Rio de Janeiro, ele amedrontava as famílias enviando fotos de cadáveres e fazendo ameaças de morte. Ainda, o criminoso dizia conhecer o endereço dos parentes e encaminhava fotos dos familiares encontradas pelas redes sociais.

Segundo os investigadores, ele chegou a cobrar R$ 150 mil de uma família. O homem foi flagrado na porta da casa das vítimas, enquanto recolhia o dinheiro referente às ameaças.

Ele confessou o crime ao ser preso e entregou o chefe do escritório que extorquia os clientes. Além das ameaças, o criminoso portava uma arma de fogo enquanto fazia visita ao domicílio das vítimas. A quadrilha tinha um cofre

O artigo 148 do Código Penal enquadra como extorsão qualquer “constrangimento à alguém, mediante violência ou grave ameaça, e com o intuito de obter para si ou para outrem indevida vantagem econômica, a fazer, tolerar que se faça ou deixar de fazer alguma coisa”. Se julgado como culpado, o homem poderá pegar de quatro a dez anos de prisão, além de multa.

Últimas notícias