metropoles.com

Governo suspende até maio prova de vida para servidores aposentados

A suspensão não afeta o recebimento de proventos ou pensões pelos beneficiários. Trata-se de uma medida de proteção contra a Covid-19

atualizado

Compartilhar notícia

Rafaela Felicciano/Metrópoles
Aglomeração
1 de 1 Aglomeração - Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

O Ministério da Economia suspendeu, até 31 de maio de 2021, a exigência de recadastramento anual de
aposentados, pensionistas e anistiados políticos civis. A suspensão não afeta o recebimento de proventos ou pensões pelos beneficiários. Trata-se de uma medida de proteção contra a Covid-19.

Encerrado o prazo, os beneficiários que tiverem sido dispensados da realização de comprovação de vida deverão realizar o recadastramento anual. A prova de vida pode ser feita por identificação pessoal em agência bancária, pelo sistema biométrico em terminal eletrônico de autoatendimento ou por aplicativo móvel.

Também fica suspensa até o fim de maio a realização de visitas técnicas para fins de comprovação de vida. Essas visitas ocorrem quando o beneficiário não consegue se locomover para se apresentar presencialmente.

A instrução normativa que suspende a prova de vida é assinada pelo secretário de Gestão e Desempenho de Pessoal, Wagner Lenhart, que vai deixar o governo em breve, e foi publicada na edição do Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (16/3). Veja a íntegra:

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações