Governo cria nova estatal que vai gerir Eletronuclear e Itaipu

Decreto foi publicado nesta segunda-feira (13/9) e viabiliza a privatização da Eletrobras, aprovada pelo Congresso Nacional

atualizado 13/09/2021 8:44

Itaipu Binacional/Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) editou um decreto para criar uma nova estatal, a Empresa Brasileira de Participações em Energia Nuclear e Binacional (ENBpar), que será responsável por assumir a Eletronuclear e Itaipu Binacional. As duas devem seguir sob controle da União após o repasse da Eletrobras para a iniciativa privada.

Segundo a legislação que viabiliza a privatização da Eletrobras, sancionada em julho, a operação de usinas nucleares e a aquisição dos serviços de eletricidade da Itaipu Binacional deve ficar sob o controle da União.

A Constituição Federal estipula que a exploração nuclear é exclusiva da União. Já o Tratado de Itaipu não permite mudanças na gestão da empresa que não tenham sido aprovadas pelo Paraguai. A hidrelétrica utiliza recursos hídricos do Rio Paraná, pertencente ao Brasil e ao Paraguai, e é gerida pelos dois países.

O decreto de criação da ENBpar (veja a íntegra abaixo) foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (13/9).

A nova empresa pública será responsável também pela administração da conta corrente Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel) e a gestão dos contratos de comercialização da energia gerada pelos empreendimentos contratados no âmbito do Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica (Proinfa).

0

Mais lidas
Últimas notícias