Goiânia: ipê considerado o mais velho pode ser tombado como patrimônio

Árvore, que tem aproximadamente 70 anos, é da espécie amarela e floresce nesta época. Projeto deve ser enviado à Câmara de Vereadores

atualizado 08/09/2022 17:47

goias ipe amarelo Paulo José/Prefeitura de Goiânia

Goiânia – O ipê-amarelo considerado como o mais antigo da capital goiana poderá, em breve, ser tombado como patrimônio histórico da cidade. Um projeto deve ser enviado à Câmara de Vereadores, após o incentivo da prefeitura. A espécie é uma das últimas a florescer neste ano. A árvore tem idade estimada de 70 anos.

A árvore está localizada em frente ao estacionamento do Parque Mutirama, na Avenida Contorno, Setor Central. A Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma) destaca que quem quiser observar a espécie precisa se apressar, já que a florada vem e vai rápido, durando somente cinco dias.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Tombamento

O processo já foi enviado para a Secretaria Municipal de Cultura (Secult), com um relatório da Amma justificando a proposta para que a árvore se torne patrimônio histórico. “Tombar o ipê como patrimônio é reforçar a relevância ambiental e sociocultural de exemplares que fazem parte da história da cidade, garantindo, ainda, sua preservação”, defende o presidente da Amma, Luan Alves.

A capital goiana já tem uma árvore tombada como patrimônio histórico, trata-se da gameleira da Avenida Goiás Norte com a Avenida Nerópolis, na região norte da capital, no canteiro central por onde passará o Bus Rapid Transit (BRT).

A gameleira foi tombada conforme a Lei Municipal nº 9.566, de maio de 2015, que declarou a árvore Patrimônio Histórico e Cultural do Município de Goiânia.

Mais lidas
Últimas notícias