metropoles.com

GO: empresários são presos suspeitos de encomendar surra em ex-gerente

Segundo a polícia, a vítima cobrava direitos trabalhistas e estava sendo ameaçada; homem foi morto a facadas em um posto de combustíveis

atualizado

Compartilhar notícia

Reprodução
imagem colorida casal empresarios encomendou surra de funcionario
1 de 1 imagem colorida casal empresarios encomendou surra de funcionario - Foto: Reprodução

Goiânia – Um casal de empresários foi preso por encomendar a agressão de um ex-funcionário. Segundo a Polícia Civil, o homem, que era ex-gerente do restaurante do casal, cobrava direitos trabalhistas e estava sendo ameaçado. Ele foi atacado e morreu, após ser esfaqueado em um posto de combustíveis na capital goiana.

O crime aconteceu na madrugada da última quarta-feira (20/9), no Jardim Goiás. Além do casal, um dos executores do crime foi preso. O homem apresentou defesa, confessou o crime e disse ainda que foi convidado por um dos outros executores para participar da ação. Eles relataram que foram contratados pelos empresário para dar uma “surra” na vítima, mas decidiram matar o homem.

Crime planejado

À polícia, a defesa do casal Caio Patrick Guimarães e Thage Mourthy informou que a vítima estava ameaçando os ex-patrões. Segundo a defesa, o empresário encontrou um morador de rua e perguntou se ele queria R$ 300 ou R$ 500 para dar um “corretivo” no ex-gerente. No entanto, não imaginava que a situação chegaria a tal ponto.

De acordo com o delegado responsável pela investigação do caso, Vinícius Teles, o homem contratado, levou a faca para o local do crime e, com isso, os mandantes assumiram o risco da morte da vítima. Há ainda vídeos de câmera de segurança que mostram executores e mandantes juntos.

Conforme o investigador, o empresário assumiu o vínculo empregatício com a vítima, confirmou que houve o rompimento, motivado por desgaste e discussões. Ainda segundo o delegado, testemunhas apontaram que o ex-funcionário estava sendo ameaçado por Caio.

Esfaqueado

O ex-gerente costumava consumir bebidas alcoólicas em frente a loja de conveniência de um posto de combustíveis após o expediente. No dia do crime, ele foi visto conversando com o executor, até que acontece uma confusão.

Enquanto bebia, a vítima começou a conversar com outro homem. Em determinado momento, os dois se desentenderam e começaram a discutir.

Segundo a polícia, durante a briga, o suspeito teria se armado com uma faca e golpeado a vítima. Mesmo ferido, o homem ainda tentou correr para pedir ajuda em uma farmácia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações