Globo demite ao menos 37 jornalistas e extingue revista impressa

A maior parte dos funcionários trabalhava nos jornais O Globo e Extra. Estima-se que mais 40 pessoas ainda perderão os seus postos

ReproduçãoReprodução

atualizado 19/11/2019 19:34

As organizações Globo demitiram ao menos 37 jornalistas nesta terça-feira (19/11/2019). Os cortes, porém, ainda não foram concluídos e estima-se que o número final chegará a aproximadamente 40 pessoas desligadas do grupo nesta semana.

A maior parte dos funcionários trabalhava nos jornais O Globo, maior publicação impressa do grupo, e no Extra, jornal de apelo popular do Rio de Janeiro.

Além disso, a revista Galileu, que aborda temas relacionados a descobertas científicas, também deve ser descontinuada. A ideia que está sendo ventilada é que agora a publicação seja feita apenas nas plataformas digitais.

Até o momento, nada foi dito sobre a extinção da revista Época, que é a principal do grupo. Desde que a publicação deixou de ser distribuída como encarte dos jornais O Globo e Valor Econômico, houve um aumento de cinco mil assinantes.

As organizações Globo foram procuradas para se posicionar a respeito do assunto. A assessoria de imprensa informou que o grupo não iria comentar.

Últimas notícias