Fiscais encerram 12 festas e multam 366 pessoas em cidade de Goiás

As autuações foram registradas em Aparecida de Goiânia no fim de semana; os participantes receberam multas por estarem sem máscaras

atualizado 05/07/2021 9:30

goias fiscalizacao gcmDivulgação/Prefeitura de Goiânia

Doze festas clandestinas foram encerradas na cidade de Aparecida de Goiânia, na região metropolitana, no final de semana. No total, 366 pessoas receberam multa de R$ 111, cada uma, por não uso de máscara.

As sanções estão previstas em decreto vigente na cidade. Os fiscais averiguaram 258 estabelecimentos, entre bares, restaurantes e distribuidoras. No total, 14 deles foram interditados e multados por descumprimento das regras impostas pelas portarias que regulamentam as regras de prevenção contra a Covid-19 ou do Código de Posturas do município.

Duas das festas clandestinas encerradas pela fiscalização eram realizadas no setor dos Estados. Um dos eventos ocorria em espaço de festas onde 95 pessoas foram multadas por não uso de máscara. O estabelecimento recebeu multa de R$ 18 mil pela realização do evento e não cumprimento das regras estabelecidas no decreto.

Depois de receber multa de R$ 14,6 mil, um bar no setor Cruzeiro do Sul foi interditado por uso irregular do passeio público com mesas. Segundo a fiscalização, mais de 200 pessoas estavam sentadas sem espaçamento mínimo de um metro e meio entre as mesas. No local, 195 pessoas foram multadas por não usar máscara de proteção facial.

No Setor dos Estados, outra festa resultou em multa no valor de R$ 5 mil para o espaço de eventos e 48 pessoas foram autuadas por não uso de máscara. Cada uma delas recebeu multa de R$ 111.

Outros eventos estavam sendo realizados nos bairros Jardim Alto Paraíso, Village Garavelo, Goiânia Park Sul, Jardim Himalaia e Aeroporto Sul.

Os carros com som automotivo foram apreendidos nos setores Expansul, Goiânia Park Sul, Jardim Himalaia, Aeroporto Sul. A maioria deles nas festas clandestinas.

Últimas notícias