Filho de Mussum registra queixa após sofrer racismo em shopping no Rio

Dentista Igor Palhano, de 30 anos, procurou a Polícia Civil depois de ser impedido por seguranças de deixar o estacionamento em sua moto

Rio de Janeiro — O dentista Igor Palhano, filho do humorista Mussum, registrou uma queixa de racismo contra um shopping do Rio de Janeiro nesta sexta-feira (4/3). O boletim foi realizado na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância após o jovem relatar nas redes sociais que foi vítima de crime racial.

Na noite de terça (1/3), Igor esteve no Park Shopping Jacarepaguá, na zona oeste da cidade, e foi impedido de deixar o estacionamento com sua moto. Segundo o seu relato no Instagram, seguranças pediram a apresentação de documentos dele e do veículo. Logo depois, eles alegaram que o veículo seria roubado.

1/4
Filho de Mussum, Igor Palhano
Igor é dentista
Igor gosta de motos
Igor Palhano em uma de suas motos

 

O dentista gravou um vídeo informando que havia sido impedido de deixar o shopping mesmo após apresentar o que lhe foi pedido. Ainda segundo ele, os seguranças alegaram que o veículo seria roubado.

“Parece que agora chegou a minha vez. Sempre entrei e saí dos lugares com cabeça erguida e hoje estou completamente arrependido de ter frequentado esse lugar com pessoas que não tem um pingo de consideração pelo ser humano. Estou com nojo e agora entendo as grandes revoltas e lutas. Sim, eu sofri racismo e é pesado”, disse na gravação.

Em entrevista ao G1, Igor afirmou que vai processar o local e explicou o motivo. “Vi que a gente não pode deixar passar, senão daqui a uns anos, meu filho vai continuar sem poder andar em paz no shopping. É para no futuro, ele não passar por isso”, disse.