A força Aérea Brasileira (FAB) abriu investigação para apurar o acidente de helicóptero que matou o jornalista Ricardo Boechat, em São Paulo. A aeronave caiu nesta segunda-feira (11/2), em São Paulo, e vitimou também o piloto Ronaldo Quattrucci, que comandava o voo.

Em nota, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) informou que a perícia está em fase inicial, com a coleta de depoimentos, análise do local e coleta de possíveis fotografias da hora do acidente.

Para a FAB, as investigações tem o objetivo de apurar o ocorrido e prevenir que acidentes similares ocorram novamente.

Acidente
O jornalista Ricardo Boechat morreu em um acidente de helicóptero na tarde desta segunda-feira (11/2). O helicóptero caiu sobre um caminhão no Rodoanel, em São Paulo. Além dele, o piloto que comandava a aeronave também faleceu.

Âncora da Band News, ele havia apresentado o seu programa matinal na emissora de rádio antes de embarcar na aeronave. Segundo o Corpo de Bombeiros, a aeronave caiu em cima de um caminhão que trafegava pela via, no sentido interior, próximo à praça do pedágio. O motorista do caminhão, segundo os Bombeiros, ficou ferido, mas não corre risco.