Mais eleitores se consideram de direita do que esquerda, diz pesquisa

De acordo com levantamento, a maioria dos entrevistados diz não se identificar com nenhum espectro político. Estes são 55% do eleitorado

atualizado 01/06/2022 14:17

Testes das urnas eletrônicas no TSEGustavo Moreno/Metrópoles

Pesquisa realizada pelo Instituto DataSenado aponta que cresceu, de 50% para 55%, o número de eleitores que não se consideram nem de centro, direita ou esquerda. O levantamento consta em estudo anual realizado pela instituição e divulgado em dezembro.

Os dados apontam também que há mais brasileiros que se consideram de direita: 21% do eleitorado afirmou pertencer a este espectro político. O percentual representa quase o dobro de entrevistados de esquerda, uma fatia de 11%.

Outros 9% se dizem eleitores de centro e 4% não souberam responder.

A pesquisa conduzida pelo instituto avaliou a opinião dos brasileiros sobre democracia, meios de informação sobre política, ativismo digital, fake news e alguns dos principais temas em debate no país.

Entre os dias 18 de novembro e 14 de dezembro de 2021, foram entrevistados por telefone 5.850 cidadãos de 16 anos ou mais, em amostra representativa da opinião da população brasileira.

O nível de confiança é de 95%. Os valores percentuais são arredondados de maneira que, em alguns gráficos, a soma pode ser diferente de 100%, para mais ou para menos.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias