Ipec em MS: Puccinelli lidera para o governo com 31% dos votos válidos

Emedebista é seguido por Eduardo Riedel (PSDB), que tem 18% dos votantes, e por Marquinhos Trad (PSD), com 17% – empatados tecnicamente

atualizado 01/10/2022 20:10

Andre puccinelli Reprodução/Twitter

Pesquisa Ipec divulgada neste sábado (1º/10) aponta liderança de André Puccinelli (MDB) na corrida pelo governo do Mato Grosso do Sul. O atual governador e candidato à reeleição concentra 31% dos votos válidos às vésperas do primeiro turno das eleições.

Logo atrás do emedebista está Eduardo Riedel (PSDB), que tem 18% dos votos válidos. O tucano está empatado tecnicamente com Marquinhos Trad (PSD), que tem 17%. Na sequência, aparece Rose Modesto (União Brasil), que é a escolhida por 13% dos eleitores.

O Ipec ouviu 800 pessoas entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro em 28 municípios sul-mato-grossenses. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) sob o número MS-00268/2022 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo nº BR-07024/2022.

Veja o resultado da pesquisa nos votos válidos:

  • André Puccinelli (MDB): 31%;
  • Eduardo Riedel (PSDB): 18%;
  • Marquinhos Trad (PSD): 17%;
  • Capitão Contar (PRTB): 17%;
  • Rose Modesto (União): 13%;
  • Giselle (PT): 3%;
  • Adonis Marcos (PSol): 1%;
  • Magno Souza (PCO): 0%.

Presidente, governador e senador: veja quem são os pré-candidatos nas Eleições 2022

Corrida para o Senado

A pesquisa também mediu as intenções de voto do eleitorado local para uma cadeira no Senado. A disputa é liderada pela ex-ministra da Agricultura Tereza Cristina (PP), que concentra 51% dos votos válidos.

O candidato Juiz Odilon (PSD) vem em seguida, com 21%. O ex-ministro da Saúde Henrique Mandetta tem 18%. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Veja o resultado completo:

  • Tereza Cristina (PP): 51%;
  • Juiz Odilon (PSD): 21%;
  • Mandetta (União Brasil): 18%;
  • Professor Tiago Botelho (PT): 8%;
  • Jeferson Bezerra (Agir): 1%;
  • Anizio Tocchio (PSOL): 1%.

Mais lidas
Últimas notícias