Em ocupação, Orlando Silva defende moradia como direito de todos

Candidato a prefeito de São Paulo pelo PCdoB foi recebido com aplausos por comunidade onde vivem 120 famílias desde 2005

atualizado 27/10/2020 14:17

Bruno Cirillo/Especial para o Metrópoles

São Paulo – Cerca de 50 moradores da ocupação 21 de abril, no Brás, região central da capital paulista, receberam nesta manhã de terça-feira (27/10) o candidato a prefeito Orlando Silva (PCdoB), que prometeu lutar pelo direito de habitação na cidade.

“A lei que rege o Brasil é a Constituição, onde está escrito que todo cidadão tem direito a uma moradia. Então, não é um favor do Estado. Todo mundo que está aqui é contribuinte, paga imposto”, declarou o candidato do PCdoB.

0

Segundo Silva, parte da da área ocupada já foi regularizada pela prefeitura. “A gente quer que a prefeitura reconheça toda a área como moradia e, se não puder construir, fazer um mutirão”, pontuou.

O candidato aproveitou para comentar com os eleitores, que o ovacionaram, sua política para habitação na cidade: “Há muitos imóveis públicos e privados desocupados no centro. Tem que pegar esses edifícios e transformar em moradia popular”, ressaltou.

Últimas notícias