*
 

Ex-CEO das Lojas Riachuelo, Flávio Rocha desistiu de concorrer à Presidência da República em outubro. O empresário era pré-candidato ao Planalto pelo PRB. Em nota divulgada na tarde desta sexta-feira (13/7), o partido diz que “é fundamental que as forças de centro se unam num único projeto”.

“Ao deixar a pré-candidatura, o PRB e Flávio Rocha abrem espaço para o diálogo firme em busca de construir a proposta mais equilibrada para o Brasil. O país não pode errar”, diz a nota.

A decisão, segundo a legenda, foi tomada em conjunto entre o presidente nacional do partido, deputado federal Marcos Pereira (SP), Rocha e a bancada congressista. Rocha publicou um vídeo anunciando oficialmente sua desistência. Ele diz que não ficou triste com a decisão.

 

Agora, o PRB deve declarar apoio a outro candidato na corrida ao Planalto. Nas últimas semanas, membros do partido tiveram reuniões com o pré-candidato do PSDB, Geraldo Alckmin. Além disso, o PRB mantém contato com o Podemos, de Alvaro Dias.

Antes de bater o martelo sobre apoio na corrida presidencial, o partido ainda deve consultar outras três siglas que formam o “centrão” no Congresso – DEM, PP e Solidariedade. Neste sábado (14), as legendas se reunirão para definir o futuro eleitoral do bloco.