Eleição de novo síndico em condomínio de SP acaba em pancadaria

Imagens mostram briga generalizada com moradores que tentam sair com documentos e um grupo impedindo

Reprodução/TVGloboReprodução/TVGlobo

atualizado 19/01/2020 12:37

A eleição de síndico em um condomínio na Zona Norte de São Paulo acabou em pancadaria. Cerca de 600 pessoas estavam na reunião que tinha outros itens na pauta, como prestação de contas, previsão orçamentária e eleição do conselho consultivo. As informações são do telejornal SPTV.

O condomínio é maior do que muitas cidades do Brasil. Tem 27 torres e 2.826 apartamentos, onde vivem cerca de 12 mil pessoas.

Segundo os moradores, a confusão começou quando o atual síndico apresentou cerca de 500 procurações. “Quando uma comissão chegou a verificar que muitas eram inconsistentes, ele simplesmente cancelou a assembleia. E simplesmente pegaram as procurações e foi aí que começou o tumulto”, disse o morador Márcio Marin à reportagem da Globo.

Registros da reunião mostram algumas pessoas tentando sair com documentos e um grupo impedindo. “Os vídeos mostram seguranças pegando procuração, rasgando, conselheiros pegando procuração, escondendo debaixo da camisa, da calça”, disse Antonio Carlos Campanharo, em entrevista ao SPTV.

Hélio Ricardo conta que também foi agredido. “Fui lesionado pelos funcionários do condomínio, por ordem dos síndicos. Fiquei três horas sem poder andar e, só agora, consigo ir na delegacia prestar queixa.”

Quatro candidatos disputavam o cargo de síndico. Entre eles, Luis Junqueira, que está há oito anos na função. Ele disse que respeitou a lei e a convenção do condomínio na assembleia. Afirmou, também, que foi surpreendido com manifestações violentas e decidiu suspender a votação para preservar a segurança de todos.

Últimas notícias