*
 

O tema da redação deste ano do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi apenas um dos pontos que pegaram os candidatos de surpresa. Dentre as dificuldades apontadas por quem fez a prova no último domingo (5/11), destacam-se as tarefas de escrever sobre os desafios da educação de surdos no país e de interpretar as questões de filosofia. Mas a jornada continua, e o segundo dia de avaliações, marcado para este domingo (12) também pode surpreender quem tem se preparado para o exame.

A novidade do intervalo de sete dias entre uma prova e outra gera mais ansiedade nos candidatos, mas também proporciona um tempo maior de preparação. O professor de biologia do Leonardo da Vinci, Sílvio Miranda, acredita que essa mudança fará a diferença no resultado final. “A prova de exatas sempre causou uma tensão nos alunos. Com esse tempo extra, eles podem relaxar e focar na resolução de questões para testar os conhecimentos”, disse.

“Não é o momento de se desesperar, apesar de cobrar uma quantidade considerável de conteúdos complexos, a prova do Enem é bastante contextualizada e busca avaliar a visão universal de mundo do aluno. A minha dica para o segundo dia é: nos momentos em que sentir que o raciocínio com os cálculos está desgastado, use as questões de biologia para desopilar”, orienta.

Preparo físico e psicológico
A preocupação com o conteúdo faz parte da rotina dos candidatos, mas especialistas reforçam que o cuidado com o psicológico, nos dias que antecedem a prova de exatas, é fundamental. “O controle emocional é indispensável. Não é o momento de absorver novos conteúdos”, diz a psicóloga da clínica Integrar Débora Luciana da Silva Oliveira. “A ideia agora é tentar manter uma rotina mais próxima do seu usual, preservando a qualidade do sono e a alimentação, além de não se envolver em atividades que explorem novas habilidades físicas, que podem gerar um desgaste desnecessário”, explica.

Acostumada a conduzir sessões de terapia com jovens e adolescentes, a psicóloga destaca algumas saídas para os candidatos lidarem melhor com a tensão pré-prova. “As técnicas de revisão com a utilização de resumos costumam refrescar os pontos mais importante de cada matéria, de maneira leve para os alunos” recomenda Débora Luciana.

Segundo ela, é comum os participantes do exame nacional relatarem que se sentem desmotivados, devido à insegurança, já que ainda não têm certeza de como se saíram no primeiro dia de avaliação. “Para renovar a motivação, eu recomendo que pensem no grande objetivo que os fizeram participar do Enem. A prova não é apenas a redação, é importante pensar na linha de chegada, no resultado final, na relevância de cada etapa”, enumera a psicóloga. “Mentalizar como será a sua atuação profissional também ajuda. A hora é de manter o foco, para colher os frutos de todo um preparo durante o ano”, finaliza a especialista.

Fique atento
Por fim, assim como no primeiro dia, lembre-se de algumas dicas fundamentais para evitar atrasos e contratempos no dia da prova. Planeje suas roupas e dê preferência a trajes leves e confortáveis. Definitivamente, não é o momento de usar um sapato novo. Também é importante ficar atento à previsão do tempo.

Os portões serão abertos, novamente, às 12h, mas é fundamental se programar para chegar com antecedência. Use o alarme do seu celular a seu favor. Vai de ônibus? Não esqueça que, aos domingos, a frota costuma ser reduzida e operar em horários alternativos. Saia de casa cedo.

 

 

 

 

COMENTE

enemensino médioprova de exatas
comunicar erro à redação