Na UnB, professor prometeu 5 pontos a aluno que não fosse a protestos

Os cinco estudantes melhor avaliados em prova na sala de aula receberiam outro bônus: mais pontos extras

Luísa Guimarães/MetrópolesLuísa Guimarães/Metrópoles

atualizado 16/05/2019 22:33

Cinco pontos adicionais em uma prova. Essa foi a recompensa que o professor George Freitas von Borries, da Universidade de Brasília (UnB), ofereceu aos alunos que comparecessem à sala de aula nessa quarta-feira (15/05/2019), dia das manifestações nacionais contra os cortes na educação. São informações da revista Época.

Os cinco alunos melhores avaliados na análise receberiam outro bônus: cinco pontos a mais cada um.

Em nota divulgada nesta quinta (16/05/2019), o professor von Borries, que é do Departamento de Estatística da UnB, não respondeu se a pontuação extra teria motivação ideológica.

A lista de exercícios foi repassada aos estudantes nessa quarta-feira, data das manifestações. No dia, houve paralisação de servidores e alunos da UnB por causa dos protestos.

Recuo
Na nota, von Borries afirmou que, por não ter a intenção de constranger ou prejudicar nenhum dos alunos, retirou a possibilidade de pontuação extra pela presença na aula e pela entrega dos exercícios passados no dia das manifestações.

Últimas notícias