Mesmo com posse adiada, Decotelli incluiu título de ministro no currículo

A posse de Carlos Alberto Decotelli da Silva, que estava marcada para esta terça-feira (29/06), foi adiada após fraudes no seu currículo

atualizado 29/06/2020 16:04

O atual ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli da Silva, corrigiu no início da tarde desta segunda-feira (29/06) informações incorretas que constavam em seu currículo, disponível na plataforma lattes (confira aqui).

Além disso, Decotelli já incluiu ser ministro da Educação. Apesar de a nomeação ter sido publicada no Diário Oficial da União (leia aqui), a posse dele, marcada para esta terça-feira (30/06), foi adiada.

Os supostos doutorado e pós-doutorado que Decotelli afirmava ter foram desmentidos pelas próprias instituições, sendo uma na Argentina, a Universidade Nacional de Rosário, e outra na Alemanha, a Universidade de Wüppertal.

O ministro da Educação diz, agora, que apenas “realizou o curso de doutorado em administração” na universidade argentina e que “construiu um projeto de pesquisa submetido” à universidade alemã. Essas informações estão corretas.

0

 

 

Últimas notícias