Transporte fecha agosto com saldo positivo na criação de postos de trabalho

Saldo do setor foi de 13.235 vagas em agosto, segundo a Confederação Nacional do Transporte (CNT)

atualizado 05/10/2021 10:32

Bloqueio de caminhoneiros em Goiás, na GO-020Vinícius Schmidt/Metrópoles

O setor de transporte fechou o mês de agosto com saldo positivo na criação de postos de trabalho. Houve um saldo de 13.235 vagas, segundo a Confederação Nacional do Transporte (CNT).

Dados do Painel do Emprego no Transporte, atualizado nesta segunda-feira (4/10), mostram que 68.596 de pessoas foram contratadas, enquanto 55.361 foram demitidas em agosto.

As informações elaboradas pela CNT são as mais recentes, com informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, ferramenta que apresenta a movimentação mensal do mercado de trabalho formal no Brasil.

No acumulado de 2021 do setor, foram gerados um saldo total de 61.906 empregos, com 495.642 contratações e 433.736 demissões.

Porém, nove estados — Roraima, Acre, Paraíba, Amapá, Piauí, Alagoas, Sergipe, Pernambuco e Rio de Janeiro — tiveram saldo negativo em agosto.

Segundo a CNT, 161 mil motoristas de caminhão foram contratados neste ano. É a categoria que mais teve admissões. Logo depois, os ajudantes de motorista aparecem no ranking com 35 mil contratações.

O saldo acumulado no setor de transporte registra sete meses positivos. Desde fevereiro são criados empregos continuamente.

Últimas notícias