Servidores do Banco Central aprovam greve por tempo indeterminado

Categoria protesta por reajuste de 26,3% e pela reestruturação da carreira de analista. Greve foi aprovada nesta segunda-feira

atualizado 28/03/2022 16:56

Homem caminha em frente a entrada do prédio do Banco Central em BrasíliaFelipe Menezes/Metrópoles

Servidores do Banco Central (BC) aprovaram, nesta segunda-feira (28/3), greve por tempo indeterminado.

A greve começará na sexta-feira (1º/4), informou o presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), Fábio Faiad, ao Metrópoles.

“Até então, tínhamos paralisações parciais, que vão continuar entre hoje e o dia 31, com operação-padrão de atraso de prazo, atraso de entregas e esse barulho todo… A partir desta semana, vamos ter entrega de comissões, e, a partir do dia 1°, greve geral”, disse ele.

A categoria quer reajuste de 26,3%, além da reestruturação da carreira de analista.

0

Mais lidas
Últimas notícias