Pedidos de recuperação judicial têm queda de 45,2% em julho no Brasil

Os segmentos de serviço e comércio desaceleram, mas continuam liderando o número de solicitações ao órgão

atualizado 10/08/2021 16:16

Dividas podem ser negociadasBonsaiFinance

Os pedidos de recuperação judicial tiveram uma queda de 45,2% em julho de 2021 na comparação com o mesmo período do ano anterior. De acordo com o Indicador de Falências e Recuperação Judicial da Serasa Experian, o mês registrou 74 requisições ante as 135 feitas em julho de 2020.

Apesar da diminuição, os setores de serviço e comércio tiveram destaque com os pedidos, com 36 e 17 solicitações, respectivamente. Na análise por porte, as micro e pequenas empresas lideram o número de pedidos.

De acordo com o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, o avanço da vacinação afetou positivamente  as empresas brasileiras. “A retomara da economia deve se manter no segundo semestre do ano à medida que o cenário de saúde no brasil demonstra melhora”, afirma.

“Apesar da maior dificuldade para os micro e pequenos negócios, que foram mais afetados pelo pouco fôlego do fluxo de caixa, essa retomada impacta a confiança financeira dos empresários que, aliados as linhas de crédito disponíveis, passam a ter um desempenho econômico melhor em suas empresas”, completa o especialista.

 

Mais lidas
Últimas notícias